carregando

Digite para pesquisar

Você sabe a diferença entre isotônico e energético?

Qual é melhor consumir durante e depois do treino?

 

Todos nós sabemos que se manter hidratado é fundamental para a saúde do organismo. Além da água, os isotônicos e os energéticos são ótimas opções para consumir depois de um exercício intenso na academia, garantir mais energia e ainda repor alguns nutrientes perdidos.

Mas, você sabe dizer qual a diferença entre essas duas bebidas? Em que momento do treino é melhor tomar isotônico ou energético? Descubra essas e outras informações que separamos para você!

Isotônico X Energético: qual a diferença

Isotônico é um tipo de bebida muito indicada especialmente para atletas, mas também é bastante consumida pelos frequentadores de academia em geral. Ela contém diversas substâncias como carboidratos, vitaminas, sódio e potássio. Eles repõem os nutrientes que, geralmente, são perdidos durante um treino muito intenso, de forma mais rápida do que as outras bebidas.

O energético tem na sua composição substâncias que servem como estimulante. Essas substâncias melhoram a resistência física e a concentração, impulsionam o metabolismo, afastam o sono e também deixam o corpo livre de diversos elementos nocivos. Cafeína e taurina são os ingredientes principais dos energéticos que também podem receber a adição de vitaminas e sais minerais.

De forma resumida, o isotônico repõe nutrientes perdidos durante o treino enquanto o energético ajuda a impulsionar o desempenho na academia ou durante a prática de alguma atividade esportiva.

Em que momento o isotônico e o energético devem ser consumidos?

Os isotônicos, como já dissemos, são mais indicados para atletas profissionais que praticam atividade durante muito tempo, de forma bastante intensa e precisam repor o que foi perdido por meio do suor, principalmente se a atividade estiver acontecendo durante o tempo mais seco.

Já o energético pode ser consumido para uma hidratação mais rápida e para garantir uma energia extra durante uma atividade que também demande muito do praticante, que exija mais resistência e força dele durante o exercício.

Qual a quantidade correta a ser ingerida?

Primeiro é preciso lembrar que nenhuma dessas bebidas deve ser ingerida como substituto da água. Elas têm funções específicas e devem ser utilizadas nos horários certos. Além disso, é bom saber que tanto o isotônico quanto o energético são bebidas calóricas.

Portanto, quem está em processo de emagrecimento ou manutenção do peso, deve consumir esses produtos com moderação. Do contrário, todo o esforço realizado para perder peso pode ir por água abaixo.

Quem pode consumir essas bebidas?

Tanto o energético quanto o isotônico possuem contraindicações que devem ser observadas. O energético, por possuir estimulantes, não é recomendado para quem sofre com problemas cardíacos, hipertensão ou tem sensibilidade à cafeína. Ele também não pode ser consumido junto com bebidas alcoólicas.

As duas bebidas possuem carboidratos e também não são recomendadas em excesso para quem sofre com diabetes ou tem problemas renais.

O energético e o isotônico são duas bebidas indicadas para melhorar o desempenho do indivíduo durante e após a prática da atividade física. Elas possuem muitos benefícios, mas devem ser consumidas com moderação.

Agora que você sabe qual é a diferença entre o isotônico e o energético, já pode escolher sua bebida com mais segurança. E, se estiver procurando alguma atividade física para fazer, o Santa Mônica Clube de Campo dispõe de diversas modalidades esportivas, além de uma programação intensa cultural e eventos sociais. Clique aqui e tenha mais informações.

Exercícios Físicos Saúde