carregando

Digite para pesquisar

Quais os cuidados com a entorse de tornozelo?

A entorse de tornozelo é considerada uma lesão bastante recorrente entre atletas e pessoas que praticam atividades físicas mais intensas.

Por ser uma das articulações mais frágeis do corpo, o tornozelo é uma das áreas mais suscetíveis de sofrer alguma lesão ou fratura. Além do que, essa é a primeira região solicitada quando fazemos movimento simples, como levantar da cama e, também, quando praticamos exercícios físicos. A mesma coisa acontece quando ficamos com uns quilinhos a mais, pois são as articulações dos tornozelos as principais afetadas pelo sobrepeso.

Existem diferentes tipos de problemas que podem afetar os tornozelos, sendo a entorse um dos males mais comuns de acontecer.

A entorse é diagnosticada quando o tornozelo sofre uma torção intensa, que ocasiona a um trauma nos tendões e ligamentos dos tecidos dessa região. A partir daí, os ligamentos musculares são rompidos e pode ocorrer fratura e derrame do líquido sinovial, levando a pessoa a sentir fortes dores no tornozelo afetado. Além disso, também passa a apresentar instabilidades de locomoção, não conseguindo andar direito ou, até mesmo, tocar o pé no chão.

Causas da entorse de tornozelo

As entorses de tornozelo, geralmente, são lesões geradas por algum movimento brusco que a pessoa tenha sofrido – como cair de mau jeito e, sobretudo, em decorrência de esforço físico exagerado ou repetitivo. Por esse motivo, a entorse de tornozelo é considerada uma lesão bastante recorrente entre atletas e pessoas que praticam atividades físicas mais intensas, como corridas e esportes de alto impacto (Vôlei, Futebol, Rugby, etc).

Tipos de entorse

Uma vez diagnosticada a entorse de tornozelo, ela pode apresentar diferentes níveis de gravidade – indo do estágio I ao III – que podem comprometer a região do tornozelo de maneira apenas superficial ou mais seriamente – com ocorrência de alguma fratura nos ossos da articulação do tornozelo. Por isso, é importante sempre procurar um ortopedista ao sentir alguma dor nessa área, por mais branda que seja, e fazer os exames solicitados pelo especialista.

Sintomas

Os sintomas da entorse de tornozelo variam de acordo com o grau de seriedade da lesão. Com isso, eles podem apresentar, desde dores constantes e inchaços no local – edemas – até dificuldade para caminhar e se movimentar.

Tratamentos para a entorse de tornozelo

Os principais cuidados para tratar a entorse de tornozelo envolvem uso de diversas técnicas, usadas de acordo com o grau de lesão apresentado. Para entorses mais leves, recomenda-se o uso de crioterapia (aplicação de gelo por algum tempo, em geral, de 10 a 20 minutos, no local da dor); Para casos mais severos, são indicados tratamento com sessões de fisioterapia, enfaixamento com imobilização total do tornozelo ou, até mesmo, cirurgia para reparar o local lesionado.

Cuidados

Para evitar sofrer com a entorse de tornozelo, alguns cuidados simples, porém bastante eficazes, podem ser incorporados na sua rotina diária. Se você é atleta ou apenas tem o hábito de treinar regularmente, procure sempre fazer o aquecimento e alongamento, adequadamente, antes e depois dos exercícios. Essa prática é muito importante para preparar bem todos os grupos musculares e as articulações do corpo – em particular a do tornozelo, e evitar que ele se torne mais suscetível ao aparecimento de lesões.

Venha se exercitar no Santa Mônica Clube de Campo!

Aproveite para ganhar mais saúde e vitalidade praticando atividades físicas no Santa Mônica Clube de Campo, um dos melhores e maiores clubes da América Latina! O Clube dispõe de diversas modalidades esportivas, como Vôlei, Condicionamento Físico, Futebol, Squash, entre outras. Clique aqui e saiba mais.

Atividades Físicas Cuidados Saúde