carregando

Digite para pesquisar

Os perigos de treinar em jejum

Para muitos praticantes de esporte, o mais importante é evoluir o desempenho a cada treino.

Treinar em jejum se tornou uma prática muito realizada por atletas e pessoas em busca de otimizar a perda de peso. As vantagens da técnica são discutíveis, pois ela pode gerar muitos riscos. Além disso, cada caso exige um tipo de consumo de alimentos diferente. Quer saber mais para se preparar da melhor forma para as suas práticas de atividade física? Então vamos lá!

Qual a importância de comer antes do treino?

Se alimentar ou não antes de treinar é um assunto polêmico. Existem muitas teorias sobre os benefícios da atividade física em jejum e divergências dizendo que é fundamental ter uma carga de energia vinda da comida. No entanto, está claro que – em alguns casos – a boa alimentação para praticar esporte é essencial. Veja mais porque uma boa alimentação é importante:

1 – Evita perda de massa muscular

Um dos grandes problemas de treinar em jejum é que o corpo precisa tirar energia de algum lugar. Embora pensemos que ele consuma apenas gordura nesses momentos, não é exatamente o que acontece.

Na verdade, grande parte das vezes, nosso organismo busca por energia consumindo os músculos primeiro. Esse fenômeno é conhecido como proteólise muscular e ocorre quando o organismo entende que precisa preservar energia e tenta armazenar a gordura, que tem maior carga energética. Assim, mesmo que haja perda de gordura, uma grande massa magra é usada, diminuindo seus músculos.

2 – Melhora a performance

Para muitos praticantes de esporte, o mais importante é evoluir o desempenho a cada treino. Assim, há a busca constante por uma melhor performance e aumento das habilidades. No entanto, para conseguir potencializar a carga da prática física, é fundamental estar bem alimentado.

O seu corpo vai fazer um esforço além do que está acostumado. Se esse choque estiver acompanhado de jejum, pode haver sobrecarga e faltar energia para completar o treino, por isso, comer antes do exercício é necessário para melhorar a performance.

3 – Ajuda a ganhar condicionamento físico

Muitas pessoas começam a se exercitar para ganhar condicionamento físico. Para esses iniciantes, a alimentação correta antes de treinar é muito importante.

No começo, seu corpo já vai demandar muito esforço para sustentar a atividade. Retirando energia da boa alimentação, se torna mais fácil conseguir manter um bom ritmo e não sentir mal-estar. Então, quando se está nessa fase, o jejum não é indicado.

Por que treinar em jejum é perigoso?

Os treinos em jejum se tornam cada vez mais populares entre os praticantes de esporte. Para diversos casos, esse hábito pode ser um impulsionador da perda de peso. Porém, é bom saber que treinar em jejum pode ser perigoso, antes de embarcar nessa onda. Saiba mais:

  • Causa hipoglicemia e pressão baixa

Esse alerta é, principalmente, para aqueles com pouca experiência e preparo físico. Como o corpo ainda está se adaptando a se exercitar, o treino em jejum pode baixar muito a pressão ou o índice de açúcar no sangue.

Consequentemente, o praticante vai se sentir fraco e passar mal. Nos piores casos, ou durante um treino muito intenso, a queda desses índices pode levar a acidentes graves, se a pessoa cair, desmaiar ou perder o controle de pesos e objetos.

  • Aumenta risco de sobrepeso

Treinar em jejum para perder peso pode ser perigoso. A prática é uma via de mão dupla. Ao mesmo tempo que a perda de gordura acontece mais rapidamente, ao voltar a se alimentar como antes, a tendência é que o corpo ganhe ainda mais peso.

Diversas pesquisas indicam que a perda de músculo também afeta o metabolismo – que fica cada vez mais lento e propenso a armazenar calorias. Por isso, para treinar em jejum, é preciso buscar um especialista e adotar uma boa dieta que remedie esse problema.

Mas, então, o que comer antes de treinar? Essa é a pergunta que sempre surge ao questionar a alimentação para se exercitar. Mas a resposta para ela é: depende. Cada atleta – amador ou profissional – está em uma fase de condicionamento físico e busca por diferentes propósitos com os treinos.

O alimento certo vai variar se a pessoa quer construir mais músculos, perder peso ou apenas sair do sedentarismo. Por isso, o mais indicado é buscar por um nutricionista que oriente e ajude a entender se treinar em jejum é bom ou não para você. Caso seja, o profissional vai ensinar a fazê-lo e, caso contrário, vai listar os alimentos que devem ser consumidos.

Pratica esportes e sempre busca fazer isso da melhor maneira para a sua saúde? O Santa Mônica Clube de Campo oferece diversas modalidades esportivas e toda infraestrutura para treinar sem risco, além disso, o Clube dispõe de acompanhamento e orientação de profissionais para um treino seguro e de qualidade. Clique aqui e saiba mais.

Atividades Físicas Cuidados Saúde