carregando

Digite para pesquisar

Dicas de exercícios para diabéticos

Corridas, dança ciclismo, natação e musculação encontram-se entre as atividades mais recomendadas

Quando uma pessoa, em qualquer idade, apresenta uma doença, alguns mitos se formam a respeito de como será sua vida a partir daquele momento. Com relação aos diabéticos não é diferente. Por ser uma doença que afeta diretamente o desempenho físico do portador, criaram-se ideias que colocaram quem tem a doença como alguém muito frágil para praticar atividades físicas.

Atualmente o mito vem sendo combatido e várias autoridades no assunto, não somente se pronunciam, mas comprovam os benefícios da atividade física para os portadores e a recomendam como uma forma de proporcionar-lhes uma melhor qualidade de vida. Nesse artigo falaremos sobre dicas de exercícios para diabéticos.

O que é?

O diabetes é uma doença na qual o pâncreas produz insulina de maneira ou insuficiente ou deficiente, caracterizando-se pela produção de níveis anormais de glicose no sangue. Ou, até mesmo, das duas formas ao mesmo tempo. Há o Tipo 1 e Tipo 2, na primeira o portador é dependente da insulina.

Benefícios da atividade física

Para o diabético que decide realizar uma atividade física, os benefícios podem ser variados. Dentre eles podemos citar:

  1. Queda nos níveis de glicose na corrente sanguínea;
  2. Diminuição no índice de gordura corporal causa principal do Diabetes Tipo 2;
  3. Estímulo da produção da insulina;
  4. Elevação da capacidade muscular em capturá-la;
  5. Aumento da sensibilidade das células quanto à insulina.

Outra notícia bastante positiva para o portador é a de que não somente a atividade física é permitida, necessária e bem vinda, mas também oferece uma amplia variedade. Seja ela aeróbica ou anaeróbica.

Corridas, dança ciclismo, natação e musculação encontram-se entre aquelas atividades mais recomendadas. Porém, é de suma importância que, antes do início de qualquer uma delas, o diabético se submeta a exames para que a intensidade e frequência dos exercícios sejam determinadas. Os seguintes cuidados preliminares são imprescindíveis:

  1. Faça uma consulta ao Endocrinologista;
  2. Com a atividade está liberada, procure um profissional de Educação Física que possua experiência na condução de alunos diabéticos;
  3. Consulte também um Oftalmologista para assegurar-se da condição dos vasos oculares;
  4. Consulte também um Cardiologista, caso tenha problemas cardíacos, pois a liberação da atividade depende, em muito, do seu diagnóstico.

Porém, a realização da atividade também deve sempre ser cercada de monitoramento e cuidados como:

  1. Medir o nível de glicemia. Caso o índice se encontre abaixo de 100 mg/dl, consuma um carboidrato e aguarde. Avalie o índice novamente, caso tenha subido, inicie a atividade;
  2. Escolha um horário para a realização do esporte que não coincida com o pico do efeito dos medicamentos – ao reduzir o nível de glicose, para impedir imprevistos, ao retornar para a casa dirigindo, por exemplo;
  3. Faça uma refeição leve;
  4. Carregue uma carteirinha de identificação de diabético. Em caso de hipoglicemia, por exemplo, os eventuais ajudantes saiberão como proceder;
  5. Use calçados e meias confortáveis e que não machuquem os pés. Antes de calçá-los, verifique se não há nenhum elemento estranho em seu interior;
  6. Mantenha um sachê de mel entre os pertences. Ele poderá ser bastante útil, caso o índice glicêmico baixe.

Assim como durante e no pós-exercício:

  1. Beba água regularmente;
  2. Sempre monitore a glicemia – ingerindo carboidratos caso ela caia;
  3. Se for correr, varie os carboidratos entre salgados e doces para não correr o risco de enjoar, não comê-los demais e ficar sem uma fonte de recomposição;
  4. Ao final da atividade, meça a glicose mais uma vez, para evitar a hipoglicemia tardia;
  5. Ao chegar em casa examine os pés atentamente. Peça ajuda a um familiar ou amigo, se necessário. Caso alguma ferida tenha se aberto, aguarde que cicatrize para retornar às atividades;
  6. Nunca reduza o uso do medicamento por conta própria.

O Santa Mônica Clube de Campo oferece inúmeras modalidades esportivas como Corrida, Natação, Hidroginástica, Dança de Salão entre outras práticas apropriadas para diabéticos. Se você quer começar ou retomar suas atividades físicas e busca um lugar de qualidade para a prática de esportes, o Santa Mônica Clube de Campo tem o espaço ideal. Clique aqui e saiba mais.

Atividades Físicas Dicas Exercícios Físicos Saúde