carregando

Digite para pesquisar

Atenção ao Coronavírus

Recentemente, casos suspeitos e confirmados de uma nova doença, conhecida como Coronavírus, têm se espalhado em diversos países e, aqui no Brasil também. Ainda não se sabe ao certo a sua origem, mas a Organização Mundial da Saúde, (OMS), alerta para os seus sintomas.

O Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. Os primeiros sinais são semelhantes a um resfriado como febre, tosse e dificuldade para respirar. Ainda assim, a OMS estuda o vírus para descobrir se há outros sintomas possíveis para identificar com mais eficiência e rapidez a instalação da doença.

Transmissão da doença

Segundo dados da OMS, “as investigações sobre as formas de transmissão do coronavírus ainda estão em andamento, mas a disseminação de pessoa para pessoa, ou seja, a contaminação por gotículas respiratórias ou contato, está ocorrendo. Qualquer pessoa que tenha contato próximo (cerca de 1m) com alguém com sintomas respiratórios está em risco de ser exposta à infecção.

É importante observar que a disseminação de pessoa para pessoa pode ocorrer de forma continuada.

Alguns vírus são altamente contagiosos (como sarampo), enquanto outros são menos. Ainda não está claro com que facilidade o coronavírus se espalha de pessoa para pessoa. Apesar disso, a transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como:

  • gotículas de saliva;
  • espirro;
  • tosse;
  • catarro;
  • contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão;
  • contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Os Coronavírus apresentam uma transmissão menos intensa que o vírus da gripe.

O período médio de incubação por coronavírus é de 5 dias, com intervalos que chegam a 12 dias, período em que os primeiros sintomas levam para aparecer desde a infecção.

Tratamento

Ainda NÃO há tratamento específico contra o Coronavírus. A indicação da OMS é repouso e ingestão de água. Caso tenha alguns desses sintomas, é fundamental procurar o médico para confirmação do diagnóstico e breve tratamento.

Prevenção

Para reduzir o risco de contrair ou transmitir infecções respiratórias, assim como o Coronavírus e outras, algumas medidas devem ser tomadas de imediato:

Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por, pelo menos, 20 segundos (palma e costas das mãos, entre os dedos e debaixo das unhas);

Evitar coçar os olhos, boca e nariz com as mãos não lavadas;

Evitar contato próximo de pessoas doentes;

Cobrir a boca e o nariz ao tossir ou espirrar, de preferência com lenço de papel e, em seguida, descartá-lo;

Manter ambientes e objetos higienizados com frequência.

Atenção, também, às notícias falsas sobre o Coronavírus. A OMS divulgou um link sobre as falsas informações sobre a doença: https://www.saude.gov.br/fakenews/coronavirus

Previna-se!

Notícias do Santa Mônica